Conheça nossos Geradores de Hidrogênio ( sistema duplo de celulas ), com     

                   eles você economiza  até 65% de combustível  e ainda contribui com o meio     

                   ambiente , diminuindo em 80% as emissões de gases nocivos .
                                  
planeta_terra


                                                       





                                                                       
                                                        
Hidrogênio

   
        
O hidrogênio é o mais abundante dos elementos químicos, constituindo aproximadamente 75% da massa elementar do universo.
 
         O hidrogênio é menos inflamável que a gasolina. A temperatura de auto-ignição do hidrogênio é de 550 graus Celsius. Gasolina varia de 228-501 graus Celsius, dependendo do grau.
 
        Hidrogênio dispersa rapidamente,  sendo o elemento mais leve (quinze vezes mais leve que o ar) ,  ele  espalha-se rapidamente na atmosfera. Assim, quando ocorre um vazamento, o gás hidrogênio rapidamente se torna tão escasso que não pode queimar.
 
        Hidrogênio é um elemento não-tóxico, que ocorre naturalmente na atmosfera. Em comparação, todos os combustíveis derivados do petróleo são asfixiantes, e são tóxicos para os seres humanos.

        A combustão do hidrogênio produz apenas água. Quando o hidrogênio puro é queimado com  oxigênio puro, só água pura é produzida. Concedido, isso é um cenário ideal, o que não ocorre fora dos laboratórios e do ônibus espacial.  Em qualquer caso, quando um motor queima  o hidrogênio, ele realmente limpa o ar ambiente, através do preenchimento de combustão dos hidrocarbonetos que nos rodeiam. Em comparação com os compostos tóxicos (monóxido de carbono, óxidos de nitrogênio e sulfureto de hidrogênio) produzidos por combustíveis derivados do petróleo, os produtos da queima de hidrogênio são muito mais seguros. 

                                                                            A combustão de hidrogênio como aditivo


        O hidrogênio queima mais rapidamente do que os combustíveis de hidrocarbonetos, pois é menor e entra em reações de combustão com maior velocidade, possui energia de ativação menor, e  incorre  colisões molecular mais do que as moléculas mais pesadas. Estas características tornam possível a utilização de misturas de hidrogênio com os combustíveis de hidrocarbonetos convencionais, tais como  gasolina , álcool , diesel e gás propano para reduzir as emissões de hidrocarbonetos não queimados. Transição dos combustíveis fósseis para o hidrogênio renovável pelo uso de misturas de hidrogênio em pequenas quantidades com combustíveis  convencionais , oferece reduções significativas nas emissões. Utilização de hidrogênio como um estimulante da combustão torna possível  as necessidades futuras de emissões de escape mais baixa . Mistura de hidrogênio com os combustíveis de hidrocarbonetos fornece estimulação de combustão, aumentando a taxa de quebra de processos moleculares em que os grandes hidrocarbonetos são divididos em fragmentos menores. Relativamente pequena quantidade de hidrogênio pode aumentar drasticamente a potência e reduzir as emissões de poluentes atmosféricos.
 





                           Segue abaixo uma breve história deste elemento , desde a sua descoberta até os dias atuais.






        1766  - Henry Cavendish, foi um cientista britânico que fez a descoberta do hidrogênio ou o que ele chamava de "ar inflamável". [1] Ele descreveu a densidade do ar inflamável, em 1766 um documento intitulado "Em factício Airs" .).Antoine Lavoisier posteriormente reproduzido Cavendish no seu experimento, e deu o seu nome do elemento (hidrogênio).

220px-Cavendish_hydrogen




        
     




  

     
1776 -  Martinus van Marum, foi um cientista holandês  fez várias experiências com a electricidade.Durante uma de suas experiências  criou gás Oxigênio e Hidrogênio através da electrolise .Ele descobriu (por acidente) Que esta mistura pode ser inflamado  por uma faísca elétrica.



      1781 - Antoine-Laurent de Lavoisier ,  foi um nobre francês proeminente na história da química, finanças, biologia e economia.Ele afirmou a primeira versão da lei de conservação de massa [2], reconhecido e chamado de oxigênio (1778) e hidrogênio (1783).

      

     
1789 - Amesterdão ,provou com suas experiências, pela primeira vez, que elementos que formam a água são exactamente 1 parte de oxigênio e 2 partes de hidrogênio a electricidade utilizada para dividir água em seus elementos e utilizados para uma faísca para combinar os elementos novamente na água.No mesmo experimento eles foram capazes de medir o volume exacto dos elementos.


       1826 - Thomas Drummond ,descobriu que uma iluminação intensa é criado quando uma chama de oxyhydrogen   é dirigido a um cilindro de óxido de cálcio, que pode ser aumentado para branco  sem derreter. Ele construiu o chamado "Drummond Luz" também calles "Limelight". Este "Drummond Light' 'pode ser criado com oxyhydrogen gás e óxido de cálcio.

400px-Limelight_diagram_svg


 











     
1860 - Sr. Jean Joseph Étienne Lenoir , cientista da Bélgica , construiu o primeiro carro que produziu o seu próprio combustível de hidrogênio  por electrólise (alimentado por uma bateria).
    


carro_agua




    







        
(1860)Primeiro carro a água


       1875 - Jules Verne -  em seu livro A ilha misteriosa, escreveu o seguinte :
       
"Água decomposto em seus elementos primitivos, e decomposta  pela eletricidade, que terá, então, tornar-se uma poderosa e gerenciável força. Sim, meus amigos, acredito que a água vai ser um dia empregada como combustível".
  
       1918 - O Sr. . Charles H. Frazer, patenteou  o primeiro "Hidrogênio Booster" sistema de motores de combustão   Patent.No.1.262.034  E.U.A.  Ele afirmou que sua invenção:

        1 - aumenta a eficiência dos motores de combustão .


        2 - Completa a combustão de hidrocarbonetos.


        3 - Motor vai ficar mais limpo.


        4 - Baixa qualidade do combustível pode ser usado com igual desempenho
.
       1943 - 1945  - Em virtude da grave escassez de combustível convencional, no final da segunda guerra mundial , o exército britânico  usou geradores de gases  de oxy-hidrogenio em seus tanques, barcos e outros veículos para obter uma melhor milhagem e de evitar um sobreaquecimento do motor de seus veículos utilizados na África.Logo depois da segunda guerra o governo ordenou a remover e destruir todos os geradores dos veículos.

gerador_exercito




       ...Mas, pelo menos, alguns geradores sobreviveu..Em meados da década de 1970 uma empresa alemã chamada Lötgerat produzido Oxyhydrogen geradores..Eles usaram todos os novos materiais e peças  .Eles são, obviamente, muito mais velhos e feitos de aço sólido. Feita da mesma forma como todos os outros equipamentos do exército. Construído para durar.É por isso existe alguns destes protóticos funcionando ate hoje.


       1977- A NASA Lewis Research Center, realizou uma série de ensaios com um grande motor V8 . Eles estavam interessados no que o  Hidrogénio tinha efeitos sobre o funcionamento do motor. Os resultados foram impressionantes. 
 

nasa


        Documento da NASA:  TN D-8478 C.1 datado de maio 1977
 
       O nome do documentario é
"EMISSIONS AND TOTAL ENERGY CONSUMPTION OF A MULTICYLINDER PISTON ENGINE RUNNING ON GASOLINE AND A HYDROGEN-GASOLINE MIXTURE". "TOTAL DE EMISSÕES E CONSUMO DE ENERGIA DE UM MOTOR  A PISTAO COM  COMBUSTÃO CONVENCIONAL E   HIDROGÊNIO-GASOLINA".



       1990 - Juan Carlos Aquerò ,patenteou um sistema de energia transformadora para os motores de combustão interna que utiliza  vapor de hidrogênio e oxigênio .   patente n : 0 405 919 A1 / 90306988,8       26-06-1990.


       2006 - Mr. Dennis J. Klein , E.U.A. da Flórida tem uma patente para um "Instrumento e método para a conversão da água em uma nova forma de gases poluentes e de combustíveis e do gás combustível formado por ela." Patent No. E.U. 2006/0075683 A1.  Produzem gases  que eles chamam de HHO. 


       2008 - Especialmente o mercado de geradores HHO e poupadores de combustível parece estar crescendo. Vários fabricantes e distribuidores destes produtos estam aparecendo. A qualidade dos geradores varia muito . Provou-se que os motores de combustão interna, que é impulsionada com o oxi- hidrogênio roda mais suave que os que utilizam combustíveis convencionais e que  polui menos o ar. 

                                                                             veja esta reportagem

         Com um gerador de hidrogênio, carro pode atingir mais de 320 km/h. 10 de junho de 2008

       É possível que um carro atinja mais de 320 km/h e, ainda assim, obtenha uma média de consumo em estrada de até 17 km/l? Podia não ser até pouco tempo atrás, mas isso vai se tornar realidade a partir do último trimestre de 2008, quando serão entregues as primeiras unidades do Ronn Scorpion. O segredo dele é simples: usar hidrogênio na queima, em uma proporção de 40% do gás para 60% de gasolina.


scorpion


      O sistema que permite essa solução foi desenvolvido pela empresa Hydrorunner e consiste de um tanque de água de 11,3 litros que sofre eletrólise e libera o hidrogênio, assim como oxigênio. Abastecido, o tanque de água dura até 1.600 km sem necessidade de reabastecimento.




      Haverá duas versões do supercarro, que é feito de fibra de carbono com chassi de cromo-molibdênio: uma com motor aspirado, de 293 cv, e outra com motor biturbo, de 456 cv. Com essa estrutura, o carro pesa meros 950 kg, o que ajuda a explicar sua alta performance
O Scorpion será vendido em série limitada, de no máximo 200 unidades, e custará, nos EUA, US$ 150 mil. A empresa já está aceitando encomendas, com um depósito mínimo de US$ 50 mil. Há chances de que esse supercarro venha para o Brasil? "O carro será vendido nos EUA, mas pode ser enviado a qualquer parte do mundo, com as despesas correndo por conta do comprador", disse ao WebMotors Adrian Pylypec, vice-presidente de vendas e marketing da Ronn Motor Company.
             


   
     
  Site Map